[CABN] Ocupação Contestado: criando sementes de Poder Popular

Pelo Socialismo e pela Liberdade!
Criar um Povo Forte!
Lutar, Criar, Poder Popular!

A organização popular está diretamente fincada na luta dos de baixo por melhores condições de vida, moradia digna, saúde, transporte, educação. Pôr em marcha a organização é tarefa da coordenação de forças que defendem objetivos em comum, pelos explorados. Na prática, aprendemos que essa luta se fortalece quando exercitamos a solidariedade, vontade de lutar, para garantir a acumulação de forças. É através da autogestão que os setores populares passam a participar efetivamente no processo político, de baixo para cima, sem vanguardismos que os direcionem autoritariamente ou que o moldem conforme interesses particulares e alheios. Para dar mais força a essa capacidade de prosseguir avançando rumo aos objetivos finais da organização, é preciso buscar em cada espaço, cada núcleo, a possibilidade de resolver seus próprios acordos e decisões. Essa autonomia do movimento social trata de romper com os valores capitalistas do aparelhamento e das instituições burguesas de poder.

O Poder Popular somente é legítimo quando os meios usados são coerentes com os fins aos quais se escolheu atingir. Acreditamos que os ganhos sociais da organização popular se devem antes de mais nada à vontade coletiva e ao acúmulo promovido pela prática da luta. Quanto mais direcionamos nossas forças para trazer nossas conquistas, mais enraizado será o trabalho social desenvolvido. A organização popular imprime o caráter de superar os vícios do comodismo e do individualismo, do oportunismo e da verticalidade.

Desta forma, criar os espaços ideais para multiplicar a força social, no sentido de horizontalizar as demandas, autogestionar as ações coletivas, através de assembléias que concretamente decidam sobre seus rumos, é estimular a via do socialismo libertário. Ação direta que conquiste o direito de moradia, combate classista que une setores dos mais explorados, luta anticapitalista e contra a propriedade, desafios em que a atividade pela incessante busca pela transformação social deve sempre ser pautada.

SE MORAR É UM DIREITO, OCUPAR É UM DEVER! 
PELA CONQUISTA DA MORADIA E A COLETIVIZAÇÃO DO SOLO URBANO! 
PELA AUTOGESTÃO SOCIAL! 
PELO SOCIALISMO ANTIAUTORITÁRIO!

Coletivo Anarquista Bandeira Negra
Novembro de 2012

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s