[CURITIBA] Ação Direta e o Poder Popular

Na próxima quinta-feira, 05 de junho, o Coletivo Anarquista Luta de Classe fará uma discussão com estudantes de Direito da UFPR sobre Ação Direta e construção do Poder Popular.

Local: Prédio Histórico da UFPR – PET do Direito
Data: 05/06/2014 – quinta-feira
Horário: 18:30

Vamos fazer uma roda de conversa discutindo a importância do princípio libertário da Ação Direta, como historicamente os anarquistas vêm a utilizando e a necessidade dos oprimidos/dominados lutarem e se organizarem por si próprios.

Sendo ou não do Direito, venha conferir!

Anúncios

[CAMPO MOURÃO] 200 ANOS BAKUNIN: O ANARQUISMO ORGANIZADO NAS REVOLTAS DO PRESENTE

200 anos CM

Em 2014 faz 200 anos que o militante e teórico anarquista Mikhail Bakunin nasceu.

Coletivo Anarquista Luta de Classe fará vários eventos no Estado do Paraná em meio a este momento de revoltas populares e urgência do anarquismo.

Quando: No dia 31 de maio faremos o evento na cidade de Campo Mourão.

Onde: Bloco B, Sala 107, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná – Campus Campo Mourão.

Horário: 10:00.

Apoio DCE UTFPR-CM

No evento, vamos falar sobre a vida e militância deste grande anarquista, discutir sobre suas concepções táticas e estratégicas, além de colocarmos nossas posições em relação à importância do anarquismo nas atuais revoltas do povo.

Evento no facebook: https://www.facebook.com/events/393544347451472/?source=3&source_newsfeed_story_type=regular

[FAE] Fórum Anarquista Especifista, Construindo uma organização anarquista na Bahia

Retirado de: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=684794061556006&set=a.684794088222670.1073741828.684778788224200&type=1&theater

Fórum Anarquista Especifista
Construindo uma organização anarquista na Bahia

Dos sindicatos, movimento estudantil e comunitário, dos movimentos por mobilidade e das lutas contra opressões (gênero, étnica e de sexualidade). São de onde vieram, e de onde queremos que venham muito mais, companheiras e companheiros que se lançaram na retomada da construção de um anarquismo organizado na Bahia.

E é através dessa nota que declaramos com muita satisfação a construção da FAE (Forum Anarquista Especifista) na Bahia. A FAE é resultado dos esforços iniciados no primeiro encontro especifista no estado e representa a aproximação de grupos e indivíduos nas cidades de Salvador, Candeias, Feira de Santana e Cachoeira. O Fórum pretende ser um espaço de debates e articulação da militância em torno da construção de uma organização anarquista no estado da Bahia, sabemos que construir uma organização especifica não é tarefa fácil, é um projeto de médio prazo, mas que precisamos iniciá-lo desde já.

Desde o primeiro encontro os indivíduos e grupos presentes voltaram para suas cidades com a tarefa de continuar o debate de construção em suas realidades locais, além de fortalecer a atuação nos espaços sociais onde já atuamos, esse processo culminou em uma plenária geral ocorrida no dia 25 de maio, onde estabelecemos novas deliberações para continuar com o nosso projeto. Consideramos as experiências e o nível de acúmulo presentes no nosso meio e estabelecemos cautela e responsabilidade, preocupados/as em não cometer erros do passado, fundando e refundando organizações e coletivos sem que isso represente de fato um trabalho consistente ou mesmo uma real intervenção nas lutas do povo oprimido. A FAE deverá cumprir um papel importante nesta primeira caminhada, sendo um espaço para um primeiro nivelamento político em torno de uma unidade programática e teórica, além de fazer um balanço da atuação social de nossa militância em busca de alguma unificação onde isso se demonstrar possível.

A FAE considera o especifismo defendido pelos grupos coordenados pela CAB, a estratégia mais adequada para perseguir nosso objetivo finalista de alcançar uma sociedade livre da dominação de classes e das opressões existentes no modelo de sociedade em que vivemos. Para nós os anarquistas precisam estar organizados numa instância política específica, que represente um trabalho comum, com estratégia e táticas comuns construídas coletivamente pela organização, isso porém, não quer dizer que desconsideramos ou que somos contrários aos grupos que são adeptos a outras formas e modelos de se articularem coletivamente dentro do campo libertário, e pretendemos sempre manter relações fraternas, pois não os consideramos adversários, mas sim companheiros e companheiras de luta.

Nossa militância convida mais uma vez a todas e todos companheiras e companheiros alinhadas/os com a proposta de organização específica anarquista a somar forças na construção de uma nova sociedade livre, justa e igualitária para o povo oprimido, convidamos a todos e todas a remar junto conosco em direção ao nosso objetivo finalista revolucionário, convidamos todas e todos a lutar por um povo forte e empoderado de suas vidas, para construção do PODER POPULAR!


LUTAR CRIAR PODER POPULAR
(Forum Anarquista Especifista – BA)
fae@riseup.net
Salvador, 25 de maio 2014

[Maringá] 200 Anos Bakunin: O Anarquismo Organizado nas Revoltas do Presente

Em 2014 faz 200 anos que o militante e teórico anarquista Mikhail Bakunin nasceu.

Coletivo Anarquista Luta de Classe fará vários eventos no Estado do Paraná em meio a este momento de revoltas populares e urgência do anarquismo.

Quando: No dia 30 de maiodia em que Mikhail Bakunin nasceu, faremos o evento na cidade de Maringá.

OndeAuditório Bloco I 12 da Universidade Estadual de Maringá.

Horário15:00.

Apoio CAFF

No evento, vamos falar sobre a vida e militância deste grande anarquista, discutir sobre suas concepções táticas e estratégicas, além de colocarmos nossas posições em relação à importância do anarquismo nas atuais revoltas do povo.

Evento no facebook: https://www.facebook.com/events/238460566352739/

[Curitiba] 200 Anos Bakunin: O Anarquismo Organizado nas Revoltas do Presente

Em 2014 faz 200 anos que o militante e teórico anarquista Mikhail Bakunin nasceu.

O Coletivo Anarquista Luta de Classe fará vários eventos no Estado do Paraná em meio a este momento de revoltas populares e urgência do anarquismo.

Quando: No dia 30 de maio, dia em que Mikhail Bakunin nasceu, faremos o evento na cidade de Curitiba.

Onde: Sala 914 da Reitoria da Universidade Federal do Paraná.

Horário: 19:30.

No evento, vamos falar sobre a vida e militância deste grande anarquista, discutir sobre suas concepções táticas e estratégicas, além de colocarmos nossas posições em relação à importância do anarquismo nas atuais revoltas do povo.

Evento no facebook: https://www.facebook.com/events/1481262675424609/?context=create&source=49

200 Anos Bakunin: O Anarquismo Organizado nas Revoltas do Presente

Em 2014 faz 200 anos que o militante e teórico anarquista Mikhail Bakunin nasceu.

O Coletivo Anarquista Luta de Classe fará vários eventos no Estado do Paraná em meio a este momento de revoltas populares e urgência do anarquismo.

Vamos falar sobre a vida e militância deste grande anarquista, discutir sobre suas concepções táticas e estratégicas, além de colocarmos nossas posições em relação à importância do anarquismo nas atuais revoltas do povo.

Estaremos divulgando os locais e datas dos eventos, venha participar!

Viva Bakunin!

Viva o Anarquismo Organizado!

Lutar! Criar Poder Popular!

[CURITIBA] 3º Encontro do Círculo de Estudos Libertários (CEL) – na próxima terça (27/05/2014)!

Na próxima terça-feira, 27 de maio, teremos mais um encontro do grupo de estudos articulado pelo CALC na cidade de Curitiba. Faremos o CEL no Prédio Histórico da Universidade Federal do Paraná, às 18:30, na sala 107 da Psicologia.

Continuaremos nos encontrando na última terça-feira de cada mês, discutindo vários temas relevantes para os movimentos sociais, para a esquerda e para o anarquismo.

Este terceiro encontro tem como objetivo inicial diferenciar os conceitos de teoria e ideologia, que para nossa corrente são distintos. Após essa distinção, introduziremos a noção de ideologia anarquista, bem como a(s) teoria(s) anarquistas. Então, estabeleceremos a relação direta entre teoria e ideologia.

O texto base é:

– Teoria e Ideologia – Revista Socialismo Libertário nº2


Baixe aqui: https://coletivoanarquistalutadeclasse.files.wordpress.com/2014/04/revista-socialismo-libertario-n2.pdf

Para mais informações sobre os textos e temas que discutiremos durante o ano, visite: https://anarquismopr.org/grupos-de-estudos-libertarios/

Venha participar!

[CTZ – CURITIBA] O inexplicável e o Inaceitável: A CMC Perde Documentos do Protocolo da Lei do Passe Livre

No dia 03 de Dezembro de 2013, a Frente de Luta pelo Transporte Público de Curitiba (FLTP), com apoio do CAHS (Centro Acadêmico Hugo Simas, CA do curso de Direito da UFPR) que cedeu seuCNPJ, protocolaram junto a CMC (Câmara Municipal de Curitiba), o Projeto de Passe Livre para Estudantes e Desempregados. Este projeto deve tramitar via a comissão de iniciativa popular da CMC, e de acordo com o acordo firmado entre FLTP e CMC, no período que a CMC se encontrava ocupada pelos militantes da FLTP, tal projeto deveria tramitar em caráter de urgência.
Como bem vemos já estamos no mês de maio, e tal projeto não tramitou, todavia não é para realizar esta denúncia que o Coletivo Tarifa Zero Curitiba vem a público… Como se não bastasse o desrespeito ao acordo firmado entre Estado (CMC) e FLPT, pois havia sido firmado a tramitação em caráter de urgência, a CMC “extraviou” os documentos referentes ao CNPJ do CAHS, necessários para que este tramite (claro, necessários para a burrocracia), e esta tem sido a nova desculpa para a não tramitação, afinal a FLPT tem “documentos pendentes”. Claro que a CMC, nem mesmo admitiu que extraviou os documentos, simplesmente afirma que não os entregamos, fica a pergunta como foi realizado o protocolo?
Ficam-nos as perguntas será que alguma vez se extraviou os documentos que se referem as leis municipais relacionadas a copa? E relacionadas a própria gestão do transporte, o qual a máfia do transporte (empresários) gerência, será que algum documento foi extraviado? Acreditamos que não, com toda certeza não. Vê-se mais uma vez que o Estado não é “neutro”, no caso a CMC, e que seu descaso com as iniciativas dos Movimentos Sociais, é uma decisão deliberadamente política, onde impera mais uma vez o interesse dos poderosos da Máfia do Transporte.

Diante disso, mais uma vez fica eminente para os militantes do Tarifa Zero que o Passe Livre, a Tarifa Zero, mesmo as reduções da tarifa, virão PELA FORÇA DAS RUAS! 
Por uma vida sem catracas!

[CAB] Solidariedade aos trabalhadores e trabalhadoras da Flaskô

A Coordenação Anarquista Brasileira vem declarar publicamente seu apoio à Fábrica Ocupada Flaskô. Ela está, atualmente, em luta para coletar 10 mil assinaturas para declarar a fábrica como de interesse social.

Há mais de dez anos, as companheiras e companheiros da Flaskô dão uma grande lição de construção pela base. É fundamental dar prosseguimento na luta pelo controle operário, construindo no presente a sociedade que desejamos no futuro, uma sociedade sem patronato. Para isso devemos começar por tomar, fábrica por fábrica, tudo que é nosso por direito histórico: as máquinas e os edifícios que nós, a classe trabalhadora, construímos.

Lamentamos que a Flaskô não tenha conquistado a autogestão plena, mas também compreendemos que não se trata, nesse caso em particular, de optar ou não pela autonomia em relação ao Estado, mas pela continuação ou não de um trabalho que é de extrema importância, não só para os trabalhadores da fábrica, como também para a comunidade.

Convidamos todas e todos a somarem nessa luta, assinando sua adesão à campanha no site: http://bit.ly/flasko10mil

Viva a construção pela base!

Todo apoio à Fábrica Ocupada Flaskô!

[COMPA] Seminário Bakunin: Crítica Social e Estratégia Revolucionária

Seminário Bakunin: Crítica Social e Estratégia Revolucionária

Em ocasião do 200º aniversário de Mikhail Bakunin (30 de maio), o COMPA convida para o Seminário Bakunin: Crítica Social e Estratégia Revolucionária, que será realizado no dia 31 de maio em Belo Horizonte.

A mesa será composta pelo companheiro Felipe Corrêa, militante da OASL-CAB (Organização Anarquista Socialismo Libertário – Coordenação Anarquista Brasileira) e integrante do ITHA (Instituto de Teoria e História Anarquista), e será dividia em três eixos:

– Vida e Obra (trajetória de lutas e contribuição teórica)

– Crítica Social (análise do capitalismo, do Estado e das classes sociais)

– Estratégia Revolucionária (Dualismo organizacional, linha política de massas, processo revolucionário e sociedade futura)

O Seminário acontecerá das 14h às 20h, no Espaço Fôlego Cultural, que fica na Rua da Bahia 1176, Centro, no quarteirão do Ed. Maletta. A alimentação será garantida a preços populares por cooperativas veganas companheiras. O cultural comes e bebes será às 20:30, no Bar do Olympio, 2º andar do Ed. Maletta.

A entrada é franca, mas contribuições voluntárias são bem-vindas. Lotação para 50 pessoas.

Mais info: compabh@riseup.nethttp://www.coletivocompa.org

Arriba lxs que luchan!
Viva os 200 anos de Bakunin!
Viva a Anarquia!

Link do Evento:

https://www.facebook.com/events/840901879257282