Eduardo Presente! Tragédia e Ação Direta, o Luto e a Luta na Portelinha

Hoje, terça-feira 18 de novembro, completa-se uma semana do incêndio na Portelinha/Nova Santa Quitéria – Ocupação Urbana na periferia da cidade de Curitiba.

eduardo3

O incêndio destruiu a casa de uma família e matou Eduardo Domenique de Oliveira, menino de 8 anos (entenda melhor em: https://anarquismopr.org/2014/11/13/mob-pr-curitiba-eduardo-presente-nosso-luto-e-na-luta/). Nos últimos dois anos tiveram quatro incêndios na comunidade, mas é primeira vez que tivemos um vítima fatal. E a culpa é de quem? Dos trabalhadores que trabalham o dia inteiro e não têm acesso à água e luz de qualidade? Das crianças que não sabem como apagar um incêndio? A CULPA É DO ESTADO! Que privilegia os donos de empresas, latifundiários e governantes, enquanto domina os trabalhadores, desempregados e pobres, não garantindo o mínimo necessário para quem precisa e dando mais lucro e poder para quem tem sobrando.

No dia 11, a polícia e os bombeiros fizeram exatamente o que os poderosos querem. A polícia atrapalhou o povo que tentava se unir para salvar Eduardo, não ajudou a socorrê-lo e tentou prender um militante que estava revoltado com a situação; os bombeiros demoraram uma hora e meia para chegar, sendo que ficam a 15 minutos do local, estacionaram o carro fora da comunidade e saíram armados com ‘medo dos marginais’.

No dia após o incêndio, 12 de novembro, Eduardo faleceu às 6 horas e foi velado no período da tarde no Clube de Mães da comunidade. O povo revoltado e organizado fez um grande ato fechando quatro ruas da região com barricada de pneus em chamas. Os poderosos do Paraná inteiro viram um pouco do que a revolta popular é capaz. O luto pela morte de Eduardo se transformou em organização e ação direta pelo direito do povo e em breve a classe oprimida conquistará o que é seu! Mas Eduardo não vai mais voltar, NÃO ESQUECEREMOS, NEM PERDOAREMOS!

eduardo6

Exigindo regularização imediata da água, luz e saneamento, por uma moradia digna que impeça mais tragédias como essa, no dia 13, a Prefeitura fez reunião com o movimento dos moradores e firmou que até dia 28 de novembro a COHAB, SANEPAR, COPEL, Ministério Público e Prefeitura de Curitiba terão uma reunião que fixe as datas da regularização de água e luz (entenda melhor em: https://anarquismopr.org/2014/11/14/mob-pr-curitiba-eduardo-presente-o-estado-tem-15-dias-para-marcar-data-da-regularizacao-de-agua-e-luz).

Caso a reunião com as 5 instituições não aconteça ou não seja como o povo quer, O ESTADO VERÁ DO QUE O POVO UNIDO E ORGANIZADO É CAPAZ.

nãodes

EDUARDO PRESENTE!

NÃO VAMOS ESQUECER, NEM PERDOAR!

REGULARIZAÇÃO JÁ!

LUTAR! CRIAR PODER POPULAR!

calc_cmyk_01cab

[CTZ – CURITIBA] Quarta, 19.11: Curitiba vai Parar! I Ato Contra o Aumento da Tarifa!

Retirado de: http://tarifazerocuritiba.wordpress.com/2014/11/18/quarta-19-11-curitiba-vai-parar-i-ato-contra-o-aumento-da-tarifa/

Devido a chuva de ocorrida na sexta (14.11) remarcamos o ato para quarta (19.11), para contarmos com força total contra o aumento da tarifa.

Releia a matéria abaixo para entender melhor:http://tarifazerocuritiba.wordpress.com/2014/11/12/assembleia-da-flpt-sexta-vai-ser-maior/

Ontem, dia 11 de novembro as 18h, ocorreu a assembleia da Frente de Luta pelo Transporte (FLPT), na Santos Andrade, estiveram presentes mais de 100 pessoas. O Coletivo Tarifa Zero esteve presente como membro da FLPT.Cabe comentar que antes da reunião por volta das 12h, militantes da FLPT protocolaram junto a prefeitura um pedido de audiência com Gustavo Fruet, na ocasião os militantes foram hostilizados (como sempre) pela Guarda Municipal. Até o momento Fruet não respondeu o pedido da FLPT.
Na assembleia horizontal, ocorrida na praça Santos Andrade, todxs xs presentes que desejaram puderam se manifestar. Estiveram em pauta o programa de lutas da Frente, onde foi aprovado, claro que apontando como prioridade imediata a redução da tarifa a 2,70R$. Foi aprovado como programa da Frente as seguintes demandas:

-Contra o aumento da tarifa que a elevou par 2,85R$, Redução imediata para 2,70R$;
– Quatro relatórios apontam superfaturamento na tarifa (TCE< CPI, Urbs e Sindicatos), tais relatórios apontam que a tarifa pode chegar a 2,25R$, assim, 2,25R$ já!;
-Congelamento da tarifa em 2,25R$;
-Rompimento dos contratos devido a irregularidades, dentre elas formação de cartel na licitação pela família Gulin;
-Fim do subsídio nas passagens (cobrança direta), quem paga os impostos são os trabalhadores, destinar dinheiro público a empresas é sobretaxar os trabalhadores, desviando dinheiro da saúde, educação, etc.
-Contratação de cobradores;
-Supressão de cobranças para compra e abastecimento do cartão magnético;
-Controle social com estatização do transporte público;
-Aprovação do PL do Passe Livre na Câmara;
-Tarifa Zero;

Devido a chuva o primeiro grande ato ocorrera nesta quarta (19.11), concentração as 18h na Boca Maldita:

https://www.facebook.com/events/784643888296680/?ref=22

Seja a Frente, venha as renuiões, participe dos atos, apoie as ações!
Todas as ações da Frente e reuniões são comunicadas em sua página, logo
Para saber sobre a Frente, curta a página:

https://www.facebook.com/FLPTCuritiba?fref=ts

Se a tarifa aumentar, Curitiba vai Parar!
Se a tarifa abaixar, Pela Força Popular!
Amanhã vai ser Maior!

FALTAM 3 DIAS !