Arquivo da tag: mob

[MOB-PR – CURITIBA] EDUARDO PRESENTE! O Estado tem 15 dias para marcar data da regularização de água e luz.

O menino Eduardo morreu pela falta de condições dignas de moradia na Portelinha/Nova Santa Quitéria. O povo se organizou, fez barricadas e a Prefeitura de Curitiba e COHAB já marcaram reunião para negociar nossas exigências. (Entenda em: http://organizacaodebase.wordpress.com/2014/11/13/parana-eduardo-presente-nosso-luto-e-na-luta/)

nossolutaeculpa

Ontem, 13 de novembro, Eduardo Domenique de Oliveira foi enterrado durante o período da tarde. Nesta mesma tarde, uma comissão dos moradores da Portelinha/Nova Santa Quitéria foi à reunião marcada com a Prefeitura de Curitiba, enquanto outros moradores e apoiadores faziam um ato do lado de fora.

As exigências do movimento são:

Pautas Prioritárias

1 – Regularização da água (1 relógio por casa)

2 – Saneamento básico

3 – Regularização da energia elétrica

4 – Regularização fundiária (realocação das famílias que moram em área de risco e regularização do restante das casas)

 Pauta Secundária

1 – Apuração da negligência por parte do Corpo de Bombeiros

nossalutapref

Na reunião ficou definido que dentro de 15 dias nosso movimento terá uma reunião com a Prefeitura de Curitiba, COHAB, SANEPAR e COPEL, para definirmos a data em que cada família passará a ter ÁGUA E LUZ REGULARIZADAS. Nesta mesma reunião, o Estado nos apresentará um projeto de regularização.

A COHAB ofereceu um apartamento para a família de Eduardo para que fiquem até a regularização da Portelinha/Nova Santa Quitéria.

MAS SE O ESTADO NÃO CORRESPONDER COM NOSSAS EXIGÊNCIAS, OS PODEROSOS VERÃO DO QUE O POVO UNIDO É CAPAZ!

[MOB-PR – CURITIBA] EDUARDO PRESENTE! NOSSO LUTO É NA LUTA!

Retirado de:                              http://organizacaodebase.wordpress.com/2014/11/13/parana-eduardo-presente-nosso-luto-e-na-luta/

No dia 12 de novembro de 2014 perdemos mais um menino por falta de condições dignas de moradia. Perdemos uma criança em mais um incêndio ocorrido na Nova Santa Quitéria.

20141112_144744

Na noite de terça-feira, 11 de novembro, as chamas do fogão se alastraram pela casa de Eduardo Domenique de Oliveira, menino de 8 anos. Ele tentou se proteger no banheiro da casa, mas ficou preso pelo fogo. A Policia Militar chegou em 10 minutos, porém os bombeiros, que estão a menos de 8 km de distância (15 minutos) demoraram mais de uma hora e meia! Neste tempo, os moradores já haviam levado a criança quase sem vida ao hospital, mesmo com a policia tentando impedir que os moradores se aproximassem.

Em mutirão os moradores apagaram o incêndio, mas a dificuldade de apagar o fogo foi ainda maior porque a água na comunidade é escassa, tendo um relógio d’água para 75 famílias. A pauta da regularização da água é histórica na ocupação e vem sendo ignorada pelo Estado há 8 anos, desde o inicio da ocupação.

Eduardo faleceu às 6 da manhã e foi velado no Clube da Mães da comunidade. Ao mesmo tempo, centenas de moradores da Nova Santa Quitéria e Portelinha se manifestavam para que tragédias como esta não voltem a acontecer. Exigimos moradia digna! Exigimos regularização de água, luz e do terreno em caráter de urgência!

Hoje, quinta-feira, o enterro será no Cemitério Parque Senhor do Bonfim em São José dos Pinhais, às 11 horas. E após a cerimonia os moradores irão em luto para a luta. Haverá mais uma manifestação em frente à Prefeitura de Curitiba para recebermos uma resposta a nossas exigências. 

20141112_193059

EDUARDO PRESENTE! PRESENTE! PRESENTE!

NEM ESQUECER! NEM PERDOAR!

A CULPA É DO ESTADO!

REGULARIZAÇÃO JÁ!  

[MOB-PR] Todo apoio aos Mutuários de São José dos Pinhais!

Retirado de: http://organizacaodebase.wordpress.com/2014/10/29/parana-todo-apoio-aos-mutuarios-de-sao-jose-dos-pinhais/

Nós do MOB-PR (Movimento de Organização de Base do Paraná) nos posicionamos publicamente a favor da União dos Mutuários Trabalhadores de São José dos Pinhais (UMT-SJP). Os mutuários protestam em frente ao fórum de São José a cerca de 60 dias visando à derrubada de mais de 150 reintegrações de posse que beneficiam imobiliárias especuladoras.

O movimento representa cerca de 4.000 famílias (20.000 pessoas) que têm suas casas em risco devido ao superfaturamento de terrenos comprados a mais de 10 anos. Os mutuários compraram seus terrenos, os pagaram durante mais de uma década e agora correm o risco de perdê-los para as imobiliárias que estão cobrando valores absurdos e que ferem os contratos estabelecidos. As imobiliárias propõem acordos ofensivos, os quais chegam a cobrar aluguéis das casas construídas pelos próprios mutuários.

Neste momento a UMT continua acampada em frente ao fórum e lá continuará enquanto não caírem as reintegrações. Cabe ressaltar que já existe uma CPI a respeito do superfaturamento dos terrenos se desenrolando na Câmara Municipal de São José dos Pinhais, o que já demonstra que as irregularidades praticadas pelas imobiliárias são tamanhas que se tornaram passíveis de investigação. Todavia, sabemos também que só a luta poderá assegurar as casas dos mutuários.

Nós do MOB apoiamos e lutaremos ombro a ombro esta luta junto aos trabalhadores e trabalhadoras da UMT!

27 de Outubro de 2014

mob-pr

[CQM – Curitiba] 1° Encontro do Grupo de Estudos em Autogestão (GEA) – Próxima quarta (15/10)

Retirado de:  http://quebrandomuros.wordpress.com/2014/10/09/curitiba-1-encontro-do-grupo-de-estudos-em-autogestao-gea-proxima-quarta-1510/

Olá companheiros e companheiras,

O Coletivo Quebrando Muros convida abertamente todos/as interessados em debater conosco o tema da Autogestão aplicado à prática política e seus afins. Neste primeiro encontro debateremos a primeira parte da cartilha da Universidade Popular/RJ – MTD (atual MOB), chamada ‘CAPITALISMO, ANTICAPITALISMO E ORGANIZAÇÃO POPULAR”.

Quando: 15/10/2014, quarta, às 19h

Onde: Reitoria UFPR – Curitiba – sala a confirmar

Para ler o texto que utilizaremos no encontro clique no link: Cartilha MOB

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/314548672065065/

Esperamos a presença de vocês!

 

gea

Cartilha Capitalismo, Anticapitalismo e Organização Popular

Retirado de: https://www.facebook.com/anarquismorj

Disponibilizamos este livro para baixar em .pdf no site da Biblioteca Social Fábio Luz. O livro é excelente para formação e introdução à luta dentro dos movimentos sociais. Conta com uma linguagem bastante acessível e muitas ilustrações, explicando como se organizar, o que é um movimento social etc.

O livro é de 2009 e foi lançado pela Univ. Popular e o MTD pela base, atual Movimento de Organização de Base.

Para baixar: http://bibliotecasocialfabioluz.wordpress.com/acervo-digital/livros/1411-2/

cartilha mtd

[FARJ] Libera #162

Retirado de: http://anarquismorj.wordpress.com/2014/09/03/libera-162/

Acabou de ser impresso o exemplar mais recente do Libera, nosso jornal. O Libera #162, referentes aos meses de abril, maio e junho tem como editorial um texto sobre os legados da Copa do Mundo e das lutas populares. Além disso, há textos sobre atividade de muralismo feita pelo Movimento de Organização de Base no Morro dos Macacos, reflexão sobre o Dia do Trabalhador e da Trabalhadora feita numa atividade em Campos dos Goytacazes pelo Círculo de Cultura Camponesa Girassol, mobilizações em Montevidéu, luta estudantil na UENF, uma entrevista com a Federação Anarquista Uruguaia sobre eleições, informe da morte de Esther Redes e poesias.

Você pode conseguir o Libera fisicamente com nossos militantes e apoiadores e na Biblioteca Social Fábio Luz. Caso deseje receber um número grande para distribuir, entre em contato conosco.

O Libera #162 pode ser baixado aqui ou clicando na figura abaixo.

libera162

Todo apoio ao Movimento de Organização de Base – Paraná!

O Coletivo Anarquista Luta de Classe saúda a criação do Movimento de Organização de Base – Paraná!

Só com a organização de base, com a luta autônoma e solidária da classe oprimida vamos conseguir avançar nos nossos direitos e transformar essa realidade tão injusta e desigual!

Vida longa ao MOB-PR!

Viva a Portelinha!

Viva a Vila das Torres!

Viva o Campo Comprido!

Lutar! Criar Poder Popular!

Retirado de: http://organizacaodebase.wordpress.com/2014/07/01/nota-publica-de-criacao-do-movimento-de-organizacao-de-base-parana/

“A história são os pobres que a fazem
A vitória esta na mão de quem peleia,
Nossa gente tão cansada de sofrer
Vamos juntos decidir o que fazer,
Se o governo e os patrões só nos oprimem
Acumulando riqueza e poder
Ação direta é a arma que nós temos
Pra fazer justiça pra viver.”

Hino da Ação Direta

No dia 06 de abril de 2014 um passo muito importante foi dado para a luta autônoma e de base das comunidades do Paraná, o Movimento de Organização de Base foi criado no nosso estado. Moradores da PortelinhaVila das Torres e do Campo Comprido, em conjunto com companheiros e companheiras do Coletivo Quebrando Muros, Coletivo Tarifa Zero e um militante do MOB-RJ participaram do seminário de criação do MOB-PR.

Durante todo este dia foi discutida a conjuntura política e social de cada comunidade, assim como da cidade de Curitiba. Foram levantados os principais problemas que teremos que lutar para resolver e esboçados alguns caminhos que devemos seguir para chegarmos aonde queremos.

A partir da análise e discussão sobre três eixos fundamentais: Educação e Cultura PopularMoradia Digna Economia Coletiva conseguimos traçar alguns objetivos e formas de alcançá-los.

Com as contribuições do companheiro do MOB-RJ enxergamos vários pontos relacionados à organização que podemos nos espelhar e ainda aprendemos muito sobre os processos de resistência e luta que os companheiros e companheiras do Rio de Janeiro têm participado.

Nossos princípios, assim como os dos companheiros do MOB-RJ, ficaram claros desde o início. Sabemos que só com o ClassismoSolidariedade de ClasseInternacionalismoIndependência de ClasseAção Direta Democracia de Base vamos conseguir construir uma sociedade mais justa e igualitária!

A luta dos oprimidos nas periferias de Curitiba e do Paraná agora tem um novo movimento combativo e independente! O Movimento de Organização de Base que já se organiza na Vila das Torres, Portelinha e Campo Comprido!

Viva a Portelinha!

Viva a Vila das Torres!

Viva o Campo Comprido!

Viva o Movimento de Organização de Base!

contato: mob-pr@riseup.net

O Movimento de Organização de Base – RJ saúda as comunidades Portelinha, Vila Torres e Campo Comprido, o Coletivo Quebrando Muros e todos os colaboradores por promoverem esse grande passo na construção do poder popular. Termos como objetivo a organização local das lutas comunitárias a partir da base, do protagonismo de quem sofre na pele o dia a dia dos problemas sociais, nos despejos criminosos realizados pelos governos, que sofre com a falta de saneamento básico e necessidades essenciais (luz, água, gás…), na falta de acesso à educação etc. é a maneira que encontramos de resistirmos nessa sociedade de opressões. Por isso acreditamos que na luta do cotidiano, resistindo ombro a ombro,unidos pela mesma causa de forma solidária, somos muito mais fortes. Por uma vida com igualdade e liberdade social!

Viva o MOB-PR! Viva a solidariedade de classe! Viva o Poder Popular!
Lutar, Criar, Poder Popular!”